Seleção da Trigésima Oitava (Última) Rodada do Brasileirão 2015

1 - Victor (Atlético Mineiro): Não foi ameaçado constantemente, mas nas poucas chances que a Chape teve, cresceu diante dos atacantes. Nota: 7.

2 - Patric (Atlético Mineiro): Foi improvisado, mas mesmo assim mostrou sua potência ofensiva, levando a melhor quase sempre. Marcou um dos gols de sua equipe. Nota: 8.

3 - Leonardo Silva (Atlético Mineiro): O capitão foi muito seguro e não deixou nada passar por ele. Também foi autor de um dos gols do jogo. Nota: 8,5.

4 - Juninho (Coritiba): Uma grande partida, cortou tudo que era possível, por cima, por baixo, com chutões e ainda soube sair jogando. Nota: 8,5.

5 - Claudinei (Avaí): Contestado o ano todo pela torcida, entrou nos jogos finais e não comprometeu. Contra o Corinthians, marcou o gol do Leão e fez boa marcação. Nota: 8.

6 - Marcelo Oliveira (Grêmio): Além de uma boa partida defensiva, apareceu como elemento surpresa no ataque e inaugurou o marcador. Nota: 8.

7 - Geuvânio (Santos): Dois gols e um passe. O garoto aterrorizou a defesa paranaense. Nota: 9,5.

8 - Dudu (Palmeiras): Com muita movimentação, incomodou a defesa do Flamengo. Mesmo com pouca altura, marcou um gol de cabeça. Nota: 8.

9 - Vitinhro (Internacional): Chamou a responsabilidade e marcou os dois gols de sua equipe, terminando muito bem o ano. Nota: 8,5.

10 - Diego Souza (Sport): O craque do time não decepcionou e com um belo gol definiu o triunfo. Nota: 8.

11 - Gabriel (Santos): Foi para cima do adversário o tempo todo. Marcou dois gols para o Peixe. Nota: 9.

TÉCNICO: Marcelo Oliviera (Palmeiras): Contra o fraco time do Mengão, apostou nas laterais e nas bolas aéreas, tendo muito sucesso. Nota: 8.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: