Seleção da Vigésima Terceira Rodada do Brasileirão 2015

1 - Marcelo Lomba: Fez duas defesas sensacionais e garantiu que a Chape não vencesse a Ponte. Nota: 8.

2 - Lucas (Palmeiras): Muito bem no jogo. Mostrando seu fôlego inacabável, subiu muito ao ataque, levando perigo o tempo todo. Marcou um gol e deu uma assistência. Nota: 8.

3 - Lyanco (São Paulo): Fez o "feijão com arroz" na defesa, tirando bem as bolas e marcando Valdívia com eficiência. Nota: 8.

4 - Bruno Rodrigo (Cruzeiro): Dando sequência a boa fase, foi muito bem de novo. Cortou as bolas quando preciso, desarmou e saiu jogando com facilidade, ligando a zaga até o meio de campo com passes precisos. Nota: 8,5.

5 - Willians (Cruzeiro): Foi muito bem na marcação e nas roubadas de bola, mas também participou das jogadas da equipe, dando até passe para gol. Nota: 8,5.

6 - Pará (Cruzeiro): Deu belos cruzamentos e tanto na defesa, como no ataque, teve muito sucesso. Nota: 7,5.

7 - Rogério (São Paulo): Uma estreia fantástica. Deu dribles, correu muito e marcou o primeiro gol da equipe. Nota: 8.

8 - Dudu (Palmeiras): Foi o melhor em campo no clássico eletrizante. Foi a peça chave do time no meio de campo, dando arrancadas e bons passes. Também anotou um gol para o Verdão. Nota: 8.

9 - Henrique (Coritiba): Fez exatamente o que se espera do centroavante, aproveitou as oportunidades que teve e balançou as redes duas vezes. Nota: 8.

10 - Dátolo (Atlético Mineiro): Cadenciou bastante o jogo, comandando a meia cancha. Ainda marcou um golaço. Nota: 8.

11 - Willian (Cruzeiro): Não tem como não receber nota máxima. Marcou quatro gols no seu ex-time e ainda deixou companheiros na cara do gol várias vezes, mas perderam as chances. Nota: 10.

TÉCNICO: Oswaldo Oliveira (Flamengo): Percebendo a pouca velocidade do time adversário, colocou jogadores rápidos em campo e aproveitou disso para vencer as disputas nos lados do campo e no ataque. Nota: 8.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: