Aonde foi parar: Alex Mineiro


Grande herói do título do Brasileirão 2001 pelo Atlético Paranaense, foi revelado pelo América Mineiro em 1995. Foi contratado pelo Cruzeiro no ano seguinte, participando de algumas partidas do Campeonato Mineiro, mas em seguida foi emprestado para clubes como o Vitória, União Barbarense e Bahia, visando adquirir experiência. Ao retornar à Toca da Raposa, o atacante de drible curto e ótima finalização, não conseguiu alcançar a titularidade, sendo novamente emprestado. O Furacão acolheu Alex e a dupla com Kléber Pereira deu muito certo. Comandado por Geninho, o Atlético surpreendeu o Brasil e conquistou o Campeonato Brasileiro em 2001, tendo em Alex Mineiro sua referência técnica e artilheira, com dezessete gols marcados na edição. Em 2003, foi vendido ao Tigres do México, onde não conseguiu repetir as boas atuações que vinha tendo no Brasil. Acertou com o Atlético Mineiro no ano seguinte, recuperando seu bom futebol. Novamente o centroavante foi vendido, desta vez para o Kashima Antlers do Japão. Retornou ao Atlético Paranaense em meados de 2007, ajudando o time a fazer um bom segundo turno e escapar do rebaixamento. O Palmeiras investiu no atleta para o ano seguinte, e Alex sagrou-se Campeão Paulista com o time alviverde, além de artilheiro da competição com quinze gols anotados. Após o título estadual, lesões sucessivas incomodaram o jogador, que pouco jogou no Brasileirão e não chegou a um acordo com o Verdão no final do ano. Atuou pelo Grêmio e novamente pelo Furacão, anunciando a aposentadoria em 2010, após ter uma grave lesão. Hoje em dia, Alex é um investidor de construções civis no estado de Minas Gerais.

Aos 40 anos, Alex aproveita a vida e investe em construções civis

Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: