Seleção da Décima Nona Rodada do Brasileirão 2015

1 - Weverton (Atlético Paranaense): Foi o grande nome do jogo, salvando o Furacão de uma dura derrota. Fez ótimas defesas com bola rolando, mas o principal lance foi defender a cobrança de pênalti de Ricardo Oliveira. Nota: 8,5.

2 - Galhardo (Grêmio): O lateral estava bem no jogo, tendo sucesso na marcação e chegando ao ataque. Com um "golaço" de falta, virou o jogo e garantiu a suada vitória. Nota: 8.

3 - Felipe Macedo (Goiás): Fez uma marcação muito boa sobre os atacantes adversários, cortes providenciais e não "brincou em serviço". Nota: 7,5.

4 - Erazo (Grêmio): Vem fazendo grandes partidas após retornar da Copa América. Novamente passou segurança na defesa, com desarmes e cortes providenciais. Ainda foi o autor do primeiro gol de seu clube na partida. Nota: 8.

5 - Cícero (Fluminense): Craque do jogo. O meia marcou o gol de empate do Tricolor Carioca e deu uma assistência linda para Fred virar. Participou bastante do jogo desde o início. Nota: 8.

6 - Gílson (Ponte Preta): Novamente acertou belo cruzamento para o parceiro Borges marcar. Bem na defesa, mas ainda melhor no apoio. Nota: 8.

7 - Erik (Goiás): Uma atuação incrível, na qual deu uma assistência e marcou dois gols. Correu muito, chamou o jogo e infernizou a defesa adversária. Nota; 8,5.

8 - Felipe Menezes (Goiás): Marcou um gol, deu passe para outro e foi o grande "cérebro" da meia cancha esmeraldina. Nota: 8,5.

9 - Alecsandro (Palmeiras): Quando a equipe mais precisou, ele chamou a responsabilidade, marcando um gol e dando grande assistência para Dudu. Nota: 8.

10 - Cléber Santana (Chapecoense): Mandou no meio campo da Chape, chamando o jogo e articulando as jogadas do time. Com um belo gol de falta, abriu o placar no oeste catarinense. Nota: 8.

11 - Luciano (Corinthians): Com dois "golaços", foi o carrasco de seu ex-time e decidiu a partida para o Timão. Nota: 8,5.

TÉCNICO: Julinho Camargo (Goiás): Aproveitou com muita eficiência os erros defensivos do São Paulo, goleando o rival em pleno Morumbi. Com jogadas velozes, não deu chances ao adversário. Nota: 9.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: