Diário da Copa - Dia 1

O primeiro tempo começou bem equilibrado, com o Brasil buscando espaços no meio campo croata e os europeus visando contra-ataques. Nas primeiras chances que teve, a equipe da Croácia mostrou que o problema que diz ter visto na defesa brasileira, foi nos cruzamentos. No primeiro cruzamento para a área, Olic por pouco não abriu o placar em boa cabeçada. No segundo, quando o setor defensivo brasileiro esperava uma bola alta, abriu o placar com um cruzamento rasteiro no gol contra de Marcelo. Após o gol marcado, a Croácia abdicou de investir nos erros brasileiros, recuando. O Brasil cresceu, principalmente apostando na boa movimentação e visão de jogo de Oscar. Neymar deixou o cotovelo para acertar Modric em uma jogada aérea, deveria ter sido expulso pela agressão, mas contou com a ajudinha do árbitro e apenas recebeu cartão amarelo. Aliviado por não ter sido expulso, se soltou no jogo, buscando a bola no meio de campo. Em uma dessas chegadas, fez um belo gol com um chute no cantinho do goleiro Pletikosa, que antes havia feito milagre em um chute colocado de Oscar, mas que agora nada pode fazer. Na segunda etapa, a Croácia entrou um pouco mais solta, tocando bem a bola e explorando cruzamentos. Próximo aos 24 minutos, o juizão japonês Yuichi Nishimura, resolveu mostrar todo seu amor pelo futebol brasileiro, assim como todos os nascidos na terra do sol nascente, marcando um penalti "pra lá" de polêmico em Fred. Neymar converteu, virando o placar. Depois disso, os croatas até tentaram fazer alguma coisa, exigindo duas seguras defesa de Júlio Cesar, porém aos 44, Oscar fez boa jogada individual e contou com o pulo atrasado do Pletikosa para definir o 3x1 e a primeira vitória da Seleção Brasileira na competição. 

Craque do jogo: Oscar (Brasil)
Árbitro: Yuichi Nishimura (Japão)
Gols: Marcelo (contra,10'), Neymar (28' e 70') e Oscar (89')

Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: