Seleção da Oitava Rodada do Brasileirão 2014

1 - Giovanni (Atlético Mineiro): Salvou o Galo com três defesas sensacionais. Saiu bem nas bolas aéreas e passou segurança. Nota: 8,5.

2 - Léo Moura (Flamengo): Jogador que mais buscou jogo e se movimentou na partida. Fez sua parte na defesa e subiu bem ao ataque. Quem vê acha que está com 20 e poucos anos. Nota: 8.

3 - Fábio Ferreira (Criciúma): Foi um líder na zaga, sendo seguro e passando confiança a equipe. Ainda marcou de cabeça o gol da vitória. Nota: 8,5.

4 - Gil (Corinthians): Partida muito segura, executando muito bem a marcação, os desarmes e os cortes nos cruzamentos. Nota: 8.

5 - Bolatti (Botafogo): Fez o primeiro gol do Fogão no jogo. Além disso, deu bons passes e organizou o time com sua experiência. Nota: 8.

6 - Fabrício (Internacional): Fez uma boa partida no sistema defensivo, sem comprometer. No ataque,  apareceu menos do que o comum, porém deu belo cruzamento para o primeiro gol do Inter. Nota: 8.

7 - Guerrero (Corinthians): Levou sorte ao fazer o gol, contando com a falha de Fábio, mas além disso criou várias oportunidades de gol e incomodou bastante a defesa cruzeirense. Nota: 8.

8 - Dátolo (Atlético Mineiro): Fez o primeiro gol em uma boa finalização. Depois em uma linda jogada deu grande assistência para o gol de Tardelli.Nota: 8,5.

9 - Wellington Paulista (Internacional): Fez uma grande partida atuando como centroavante. Além de marcar dois bonitos gols de cabeça, contribuiu puxando a marcação, participando do jogo e protegendo a bola para os meias chegarem de trás. Nota: 9.

10 - Lucas Lima (Santos): Ficou sobrecarregado na criação do time, atuando praticamente sozinho. Deu bons passes, correu e foi premiado com um lindo gol no finalzinho do jogo. Nota: 8. 

11 - Diego Tardelli (Atlético Mineiro): Infernizou o meio campo e a defesa do Flu com muita velocidade e criação de jogadas. Marcou o segundo gol do time. Nota: 8,5.

TÉCNICO: Vagner Mancini (Botafogo): Neutralizou as velozes jogadas do palmeiras, principalmente pelas laterais. Foi eficiente nos contra-ataques. Nota: 8.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: