Seleção da 6ª Rodada do Brasileirão

1- Jefferson (Botafogo) - Diferente de seu adversário, voltou bem da Copa das Confederações e fez grandes defesas. Nota: 7,0

2- Bruno (Fluminense) - Participou muito do jogo, fazendo ultrapassagens e aparecendo no ataque, oque é raro para ele. Lembrou os tempos de Figueirense, mostrando muita confiança. Nota: 8.

3- Dória (Botafogo) - Ganhou todas as bolas no duelo particular contra o melhor atacante do país, Fred. Nota: 8.

4- Diego Sacoman (Ponte Preta) - Marcou um gol, e ganhou a maior parte das jogadas na defesa. Nota: 7.

5- Correa (Portuguesa) - Deu a assistência do gol da equipe, correu e marcou muito, criou oportunidades e forneceu muito perigo com as bolas paradas. Nota: 7,5

6- Kleber (Inter) - Voltou a jogar bem novamente, fazendo boa dupla com Fabrício, que foi deslocado parao meio campo. Nota: 7,0.

7- Forlán (Inter) - Marcou um golaço ao seu estilo, buscou muito o jogo se movimentando. Nota: 7,5.

8- Seedorf (Botafogo) - O craque do jogo. Como sempre foi o maestro do time e ditou o ritmo da equipe no jogo. Por fim decidiu a partida. Nota: 9.

9- Alexandre Pato (Corinthians) - Desencatou! Marcou os gols da partida e mostrou-se em forma novamente. Nota: 8.

10- Alex (Coritiba) - O craque do jogo. Com sua classe habitual, ditou o ritmo do meio de campo do Coxa. Deu uma assitência e deixou sua marca. Nota: 9.

11- Montillo (Santos) - Movimentou-se muito e assumiu a resposabilidade de "levar o time nas cosatas", como Neymar fazia. Melhor jogador em campo. Nota 7,5

TÉCNICO: Carpegiani (Ponte Preta) - Compôs muito bem a equipe, não deixou a equipe veloz do Nautico achar espaços, e ainda dominou o jogo. Nota: 8.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: