Seleção da Trigésima Segunda Rodada do Brasileirão 2016

1 - Rafael (Cruzeiro): Herói, fez grandes defesa e pegou o pênalti cobrado por Cardenas. Nota: 9.

2 - Alemão (Botafogo): Atormentado pelo veloz e habilidoso Keno, conseguiu vencer o duro confronto com boa marcação. Ainda teve boas saídas para o ataque por seu setor. Nota: 8.

3 - Éder Lima (América Mineiro): Por mais que seja pequena, Éder fez o que gol que deixa o América com esperanças. O zagueirão foi bem nas divididas, nos cortes e na finalização. Nota: 8,5.

4 - Gum (Fluminense): Criticado, redimiu-se em um jogo de muita aplicação defensiva. Também marcou o gol de seu time na partida no Paraná. Nota: 8. 

5 - Ariel Cabral (Cruzeiro): Anotou o gol que deu o triunfo ao Cruzeiro, mas também teve importante participação na proteção da zaga no meio de campo. Nota: 9.

6 - Mena (São Paulo): Foi muito bem no que sabe fazer de melhor, defender. No ataque foi discreto. Nota: 7.

7 - Cueva (São Paulo): Comandante do ataque tricolor, deu bons passes e fez jogadas rápidas. Também foi autor do primeiro gol do seu clube. Nota: 8,5.

8 - Júnior Urso (Atlético Mineiro): Mandou no meio de campo, marcando, criando chances e fazendo o segundo gol atleticano. Nota: 9.

9 - Guerrero (Flamengo): Outro peruano na seleção da rodada. Foi o matador que a torcida espera que ele seja, aproveitando as oportunidades. Marcou duas vezes. Nota: 9.

10 - Rodriguinho (Corinthians): Está em ótima fase, e muito adaptado à função de segundo volante. Novamente foi o motor do Timão e marcou um gol em linda jogada. Nota: 8,5.

11 - Dudu (Palmeiras): Em uma das piores atuações do Palmeiras, o atacante marcou um gol, correu muito e criou as melhores chances do time. Nota: 8.

TÉCNICO: Dorival Jr. (Santos): Sabendo da força da Chape em seu território, armou um esquema no qual marcaria firme e apostaria em contra-ataques. Deu certo e o Peixe está cada vez mais próximo da vaga na Libertadores. Nota: 8.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: