Seleção da Décima Sexta Rodada do Brasileirão 2016

1 - Dênis (São Paulo): Pegou tudo que podia, fazendo ao mínimo quatro "milagres". Apesar de dar o rebote, fez uma bela defesa, e não teve culpa no gol de Douglas. Nota: 8,5.

2 - Pará (Flamengo): Sim, você não está lendo errado não, o Pará foi o melhor da rodada em sua posição. Brincadeiras a parte, o lateral fez uma grande partida, principalmente no setor ofensivo, onde criou, finalizou e deu uma assistência. Nota: 8,5.

3 - Leonardo Silva (Atlético Mineiro): Foi soberano, ganhando todas as divididas e cortando os perigos, tanto por cima quanto por baixo. Nota: 9.

4 - Erazo (Atlético Mineiro): Assim como seu companheiro, conseguiu fechar os espaços e parar o líder do campeonato. Nota: 8,5.

5 - Hernani (Atlético Paranaense): Na marcação, foi bem e não comprometeu. Ao subir para o ataque, acertou um belo chute e marcou o único gol do confronto. Nota: 8.

6 - Fábio Santos (Atlético Mineiro): Excelente atuação defensiva e mostrou-se uma boa aposta no ataque. Nota: 8.

7 - Rogério (Sport): Incomodou a defesa cruzeirense o tempo todo, arriscando jogadas. Criou oportunidades e ainda anotou os dois gols do Leão. Nota: 9.

8 - Hyoran (Chapecoense): Fez um excelente primeiro tempo, sendo o atleta mais criativo da equipe. Em uma bela jogada individual, abriu o placar para o Verdão. No segundo tempo deu uma "sumida" do jogo, mas sempre que participava fazia boas jogadas. Nota: 8,5.

9 - Copete (Santos): Sempre veloz e habilidoso, torna lances normais em lances perigosos. Foi assim que o colombiano deu uma assistência e marcou um gol para o Peixe. Nota: 9.

10 - Douglas (Grêmio): Ótimo na articulação e no controle de bola no meio do campo. Em mais um aproveitamento de rebote, marcou o gol do triunfo. Nota: 8,5.

11 - Vitinho (Internacional): O atacante viveu uma manhã de garçom, servindo com assistências os gols de Valdívia e Ariel. Nota: 8.

TÉCNICO: Marcelo Oliveira (Atlético Mineiro): Mesmo sem ter Gabriel Jesus, o Palmeiras possui atacantes de velocidade e habilidade, que foram parados pelo esquema armado pelo técnico, que conhece muito bem o Palmeiras. Nota: 9.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: