Seleção da Trigésima Primeira Rodada do Brasileirão 2015

1 - Marcelo Lomba (Ponte Preta): Melhor goleiro do campeonato até o momento. Contra o Coxa, nada passou. Belas defesas, boas saídas e um verdadeiro "milagre" no chute de Henrique. Nota: 8,5.

2 - Apodi (Chapecoense): Perigo intenso nas investidas, participou do lance do primeiro gol e marcou o gol da grande virada. Nota: 8,5.

3 - Renato Chaves (Ponte Preta): Não deixou os atacantes do adversário jogar, com uma marcação impecável. Soube sair jogando com a bola no pé também. Nota: 8.

4 - Guti (Joinville): O zagueiro parou os atacantes de seu ex-clube. Foi muito bem nos cortes e conseguiu levar a melhor sobre o promissor atacante Clayton. Nota: 7,5.

5 - Rodrigo Caio (São Paulo): Em meio a um monte de jogadores acomodados e despreocupados com a derrota momentanea para o Vasco, Rodrigo Caio foi um dos únicos que mostrou vontade e raça. Foi muito bem nos desarmes e no combate no meio campo e por fim, marcou o gol do empate no final da partida. Nota: 8.

6 - Ernando (Internacional): Improvisado na lateral, brilhou. Excelente nas coberturas, desarmes e cortes. Para coroar a tarde, marcou o gol do triunfo. Nota: 9.

7 - Vágner Love (Corinthians): Decisiva atuação, com dois gols de muito oportunismo. Nota: 8,5.

8 - Diego Souza (Sport): Foi o nome do jogo. Deu bons passes e dribles, mas foi decisivo mesmo com um belo gol e duas assistências. Nota: 9.

9 - Ricardo Oliveira (Santos): Mais uma grande partida e dois gols para o artilheiro do Brasileirão com 19 anotados. Nota: 8,5.

10 - Renato Augusto (Corinthians): Fez um primeiro tempo espetacular, marcando dois gols e dando uma assistência para Love. No segundo tempo, com o resultado já garantido, desacelerou e caiu de produção. Nota: 9.

11 - Willian (Cruzeiro): Uma atuação de "gala". Contribuiu na armação e na marcação, além de definir o jogo com os dois gols da manhã. Nota: 9.

TÉCNICO: Marcelo Oliveira (Palmeiras): Com a defesa velha do adversário, escalou meias e atacantes de velocidade, surpreendendo, já que antes do confronto iniciar Kleina esperava Alecsandro no ataque do Verdão. Com isso, venceu o jogo e voltou a brigar pela quarta posição. Nota: 9.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: