O Fim do Parma

Com a acumulação de dívidas nos últimos anos, o Parma, que já foi um dos grandes times da Itália nos anos 90, decretou falência e assim como a Fiorentina em 2002 e o Napoli em 2004, terá que recomeçar na Série D do Campeonato Italiano, ou melhor, na liga amadora do país. Provando ainda mais a péssima gestão do time, esta não é a primeira vez que o clube tem problemas com as contas, em 2004, quando encerrou seu patrocínio com a Parmalat, também decretada falida, o clube foi protegido pela Lei Marzano, na qual protegia as empresas endividadas, contudo teve de se desfazer das revelações Gilardino e Bonera, além do ídolo Cannavaro. A falência foi decretada em março deste ano, quando o presidente da equipe, Giampietro Manenti avaliou as dívidas em cerca de R$ 670 milhões. O time foi colocado a venda em abril, pelo valor de 20 milhões de euros, mas infelizmente ninguém manifestou interesse de assumir as dívidas. De 1995 a 2002, o clube italiano conquistou duas Copas da UEFA e três Copas da Itália, além de ser vice-campeão da Série A em 1997, tendo em seu elenco craques como Amoroso, Buffon, Cannavaro, Chiesa, Crespo, Milosevic, Ortega, Taffarel, Thuram, Verón e Zola. Vamos torcer que o Parma volte forte e se reestruture, da mesma maneira que conseguiu o Napoli e a Fiorentina.


Blog C. Fernando

Administrador e Pós-Graduado em Gestão do Esporte. 29 anos. Apaixonado pela Eduarda Guidarini. Fanático por futebol. Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Pênalti não é loteria, mas sim treinamento e competência. Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: