Aonde foi parar: Thiago Gentil

Mesmo em meio a parceira com a Parmalat, onde muitos astros foram contratados pelo Palmeiras, o clube também formou bons talentos, e Thiago Gentil foi um deles. Meia-atacante canhoto, tinha muita habilidade com a bola nos pés e velocidade. Teve sua primeira oportunidade na equipe principal em 1998, integrando o elenco que venceu a Copa do Brasil e a Copa Mercosul. No ano seguinte, não participou de nenhum jogo da Libertadores, mas por fazer parte do time, pôde colocar esta conquista em seu currículo. Com poucas chances no Verdão, foi emprestado ao Santa Cruz em 2000 e ao Náutico em 2001, tendo grande destaque no Timbú, na qual fez ótima dupla de ataque com Kuki e ajudou o clube a ser campeão estadual. Em seguida, foi emprestado para o Al Ittihad da Arábia Saudita. Em 2003, após retornar dos empréstimos, foi aproveitado no Palmeiras na Série B, sendo campeão. Permaneceu no clube na Série A do ano seguinte, mas foi uma espécie de "décimo segundo jogador", entrando seguidamente, porém quase nunca titular. Teve uma experiência na Ásia, jogando pelo Daegu FC. Com o fim do Campeonato Coreano, retornou ao Brasil para jogar no Santa Cruz novamente. No ano seguinte, acertou com Alavés, mas a passagem pelo clube espanhol foi muito conturbada, pois a equipe passava por dificuldades financeiras. Thiago então retornou ao Brasil para jogar no Figueirense. Fez um bom ano pelo time catarinense, conseguindo mais uma oportunidade na Europa, sendo contratado pelo time grego Aris. O clube era pouco conhecido, contudo fez boas contratações, e o ex-palmeirense teve a oportunidade de atuar ao lado de Amoroso. A dupla rendeu e o clube terminou na quarta colocação, não conseguindo a vaga na Copa da UEFA por pouco. Seu próximo destino foi o Coritiba, e outra vez Thiago não conseguiu se firmar, ficando como uma boa opção no banco. O atleta ainda jogou pelo Nacional (Portugal), Guarani e o Barueri, pendurando as chuteiras em 2013. Hoje em dia, possui uma empresa de assessoria esportiva e joga Showbol pelo Palmeiras. Thiago Gentil foi eleito melhor jogador de Showbol de 2014, levou seu clube até a final, mas foi derrotado pelo Fluminense. 


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: