Por que as Guianas e o Suriname não participam da Copa América e das Eliminatórias na América do Sul?

Ao nos aproximarmos da realização da Copa América 2015, me perguntei porque as Guianas e o Suriname nunca disputam as competições da Conmebol, que por sua vez sempre convida o México, além de outro país da América Central, como já foi a Costa Rica e neste ano teremos a Jamaica. Ao pesquisar o assunto, descobri que a interessantíssima revista Mundo Estranho já havia respondido esta pergunta em sua edição número 65. Abaixo confira os motivos:

"São duas as razões: eles não fazem parte da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) e nunca foram selecionados para participar do torneio como seleções convidadas. A Copa América sempre conta com as dez seleções da Conmebol mais dois países convidados, em geral, membros da Concacaf, a confederação das Américas Central, do Norte e Caribe - a única exceção foi o Japão, convidado em 1999. Guiana, Guiana Francesa e Suriname poderiam preencher essas duas vagas, afinal são membros da Concacaf, assim como o México e os Estados Unidos, que estão na Copa América 2007. Apesar de geograficamente fazerem parte da América do Sul, as Guianas e o Suriname não integram a Conmebol em função de um acordo com a Fifa, que considerou que as três seleções teriam mais chance de progresso jogando contra adversários do lado de cima da linha do Equador do que contra os sul-americanos. Mas não adiantou muita coisa, porque, mesmo participando de eliminatórias mais fracas, os três países nunca se classificaram para as grandes competições, como a Copa e as Olimpíadas. Nas eliminatórias para a última Copa, Guiana foi eliminada logo na primeira fase pela seleção de Granada, Suriname caiu na segunda fase frente à Guatemala e a Guiana Francesa ficou de fora até das eliminatórias - o último jogo da Guiana Francesa foi em 15 de janeiro de 2005."

FOTO: SELEÇÃO DO SURINAME

Fonte: http://mundoestranho.abril.com.br/

Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: