Seleção da Vigésima Sétima Rodada do Brasileirão 2014

1 - Rogério Ceni (SãoPaulo): Fez três grandes defesas, em especial a que aconteceu na finalização de Bady. Salvou o Tricolor de um grande tropeço. Nota: 9.

2 - Léo Moura (Flamengo): Não comprometeu na defesa. Subiu ao ataque muitas vezes e levou perigo ao Figueira em todas. Deu bons passes e cruzamentos. Nota: 8.

3 - Lúcio (Palmeiras): Foi o xerifão que o time precisava. Fez cortes e desarmes providenciais, além de passar segurança ao grupo. Nota: 8.

4 - Luccas Claro (Coritiba): Não permitiu que Souza, o atacante do Tigre, jogasse. Ao subir para o ataque, marcou o gol do triunfo. Nota: 8,5.

5 - Diones (Chapecoense): Marcou bem e aproveitou muito bem os espaços dado pela defesa Colorada, marcando dois gols. Nota: 9.

6 - Jussandro (Chapecoense): Logo em sua estréia já fez uma boa atuação. Foi bem no setor defensivo e levou muito perigo com as subidas ao ataque. Fez o cruzamento que resultou no primeiro gol da partida. Nota: 8.

7 - Edno (Vitória): Apesar do grande vacilo de sua equipe, se destacou ao marcar os dois gols do Vitória. Nota: 8.

8 - Renato Augusto (Corinthians): Ditou o ritmo do jogo para o time do Corinthians, criando as melhores chances, dando bons dribles e passes. Acertou uma bola na trave. Nota: 8.

9 - Leandro (Chapecoense): Está fazendo exatamente o que um matador deve fazer. Teve duas chances e marcou dois gols. Também fez papel de "pivô", se movimentou e correu muito. Nota: 8,5.

10 - Maicon (São Paulo): Foi muito bem ao substituir Souza. Deu bons passes, não falhou na marcação e marcou um golaço. Nota: 8.

11 - Camilo (Chapecoense): Infernizou os marcadores do Inter. Deu bons passes, dribles e não parou de correr "um minuto sequer". Fez grande passe para o gol de Leandro e marcou o quinto. Nota: 8,5.

TÉCNICO: Vanderlei Luxemburgo (Flamengo): Apostou na subida de seus laterais e na bola aérea para vencer, sendo muito feliz na escolha. Colocou Gabriel e Nixon no jogo, fazendo com que o time ganhasse mais movimentação. Nixon fez a diferença ao marcar o gol da vitória, tirando o Mengão da degola, momentaneamente. Nota: 8,5.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: