Seleção da Vigésima Quarta Rodada do Brasileirão 2014

1 - Marcelo Grohe (Grêmio): Salvou a equipe com grandes defesas. Está há sete jogos sem sofrer gols. Nota: 8.

2 - Railan (Bahia): Não teve trabalho na defesa e com a pressão que o Tricolor colocava sobre o adversário, teve liberdade para atacar. Marcou o gol da vitória. Nota: 8.

3 - Lúcio (Palmeiras): Foi impecável na defesa, não deixando nada passar. Também desarmou muito e fez cortes providenciais. Além de tudo, foi bem no ataque, dando bons passes, saindo pro jogo e marcando o primeiro gol do time. Nota: 9.

4 - Bolívar (Botafogo): Muito bem na defesa, levando a melhor sobre os "leves" atacantes goianos. Fez o gol da vitória. Nota: 8,5.

5 - Bruno Silva (Chapecoense): Jogando com sua raça habitual, protegeu o sistema defensivo e foi o leão no meio campo. Além de tudo, marcou de cabeça o primeiro gol da "Chape". Nota: 8,5.

6 - Fabrício (Internacional): Com a fragilidade do adversário, não teve problemas com a marcação. Ao subir para o ataque, deu a assistência para Aránguiz inaugurar o placar. Nota: 7,5.

7 - William Barbio (Bahia): Foi para cima da defesa do Sport, criando chances, distribuindo dribles e levando perigo. Em uma linda jogada, deu a assistência para o gol de Railan. Nota: 8.

8 - Valdívia (Palmeiras): Organizou o time, dando bons passes e lançamentos. Movimentou-se e chamou o jogo. Ainda surpreendeu ao fazer até desarmes e ajudar na marcação. Participou do gol de Henrique, que definiu a importante vitória do Verdão. Nota: 8.

9 - Diego Tardelli (Atlético Mineiro): Fez dois gols na terceira vitória por 3x2 seguida do Galo. Também deu dribles bonitos e ajudou na marcação no finalzinho do jogo. Nota: 9.

10 - Eduardo Saha: Mostrou muita disposição, aparecendo muito no meio campo. Marcou o segundo gol do Colorado e deu o passe para D'alessandro fechar o placar. Nota: 8.

11 - Geuvânio (Santos): Entrou no lugar de Robinho, lesionado. Melhorou o futebol do time, criando boas chances. Deu uma bola na trave, cobrou o escanteio que resultou no gol de Thiago Ribeiro e marcou o seu em uma bela finalização. Nota: 8,5.

TÉCNICO: Marcelo Oliveira (Cruzeiro): Armou bem a defesa e o meio campo, conseguindo parar Alex. Nas bolas paradas também conseguiu posicionar bem seus jogadores. Nota: 7.

Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: