Após Longos 17 Anos, Fogão Pode Voltar a Disputar uma Libertadores

Nesta noite, o Botafogo enfrentará o Deportivo Quito, na altitude equatoriana. Apesar das dificuldades já conhecidas do clima de Libertadores, não vivido há muito tempo pelo clube, mas principalmente a altitude, o alvi-negro tem tudo para passar por cima do time de Quito, que vive um mal momento financeiro. Em grave crise financeira, o clube começou a temporada com cerca de seis meses de salários atrasados e ameaça da Agremiação dos Futebolistas Equatorianos de suspender o início do campeonato nacional, segundo a imprensa do país. Além disso, perdeu 14 jogadores do elenco do ano passado, que trouxeram o time a pré-libertadores. Os mais conhecidos a sair são: Bolaños, Carini (ex-Inter de Milão) e Nieto (ex-Atlético-PR). As contratações foram mais por quantidade do que por qualidade.

Nieto, maior destaque do Deportivo Quito em 2013

Já quanto ao Botafogo, apesar de perder importantes jogadores, como Seedorf (técnico, Milan), Rafael Marques (atacante, Henan Jianye-CHI), Hyuri (meia, Guizhou Renhe-CHI) e Gilberto (lateral, Internacional), o Fogão trouxe jogadores experientes na competição, como: Jorge Wagner (jogou por São Paulo e Internacional), Wallyson (artilheiro da Libertadores 2011 pelo Cruzeiro), Rodrigo Souto (jogou por Santos e São Paulo), 'El Tanque' Ferreyra (vice campeão da Libertadores 2013, pelo Olimpia), Mario Bolatti (jogou pelo Internacional) e Airton (atuou na competição pelo Flamengo). A maior expectativa da torcida é pela estréia do atacante Ferreyra, que costuma marcar muitos gols. Provavelmente chegarão mais jogadores caso o clube passe para a fase de grupos.

 'El Tanque' Ferreyra, promessa de gols para o Botafogo nesta Libertadores 

Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: