Análise do Primeiro Turno do Brasileirão

Atlético Mineiro: Após conquistar a Libertadores, relaxou. Nada de novidade até aí. Porém aco por rebaixamento. Perdeu muito com a saída de Bernard, e os reforços recém chegados ainda não tiveram sucesso. Provavelmente deve contratar mais alguns bons nomes, visando o mundial, mas não vai ter caminho fácil para sair da incômoda situação que vive. Se aproveitar os confrontos diretos que vai ter logo no começo do returno, pode dar um salto importante e não ter mais "dores de cabeça", caso contrário deve se cuidar para não repetir o erro do Palmeiras de 2012, que após vencer a Copa do Brasil, e estar já classificado para a Libertadores de 2013, se descuidou e acabou ficando tarde para reagir.


Atlético Paranaense: Vive uma fase muito boa, já são 13 jogos de invencibilidade, o que fez de um time da zona de rebaixamento chegar a quarta colocação com o final do turno. A grande questão é: Será que o time aguenta o ritmo até final do campeonato? O elenco não é muito conhecido, mas a garotada da excelente base do Furacão vêm dando conta do recado sempre que necessário. 


Bahia: Começou bem, surpreendendo a todos, tendo em vista as goleadas sofridas no campeonato baiano, pelo principal rival. Time muito limitado, dependendo muito de dias inspirados de Fernandão para balançar as redes. Começou a cair de posição e vem se aproximando da zona perigosa. Se confirmar as contratações de Lucca, Michel e Léo Gago, pode até crescer novamente, já que o elenco ficaria mais encorpado. Acredito que dará preferência a Copa Sul-americana, o que pode complicar sua situação.


Botafogo: Começou avassalador! Com a experiência de Seedorf, Jefferson e Bolívar, aliada a juventude de Dória, Lodeiro e Vitinho (que já foi para a Europa), o fogão deu sequência a boa campanha do campeonato carioca. O que vem surpreendendo é que, mesmo sem Seedorf e Lodeiro, que são os armadores do time, a equipe vem rendendo. Garotos estão sendo lançados nos momentos de necessidade, e não estão fazendo a torcida sentir falta dos craques. Não tem um grande elenco, mas depois das últimas surpresas, com Hiury, Gilberto e Octávio, ninguém mais duvida que ainda mais garotos possam aparecer e se destacar.


Corinthians: O time campeão do mundo em 2012, não tem mais o mesmo brilho e força. A perda de Paulinho desfigurou o meio de campo, o que causou reflexos no ataque também. O que permaneceu, ou até melhorou com a chegada de Gil, foi a defesa, que é muito cosistente. Além do substituto ainda não encontrado de Paulinho, o Timão também necessita de mais um atacante matador, já que tem problemas quando Guerreiro e Pato estão convocados em suas respectivas seleções.


Coritiba: Fez um ótimo inicio de campeonato, chegando a liderar por algumas rodadas. Porém quando não teve Alex, por motivo de lesão, enfrentou muitas dificuldades, vencendo apenas uma partida. Possui bons substitutos, como Lincoln ou Robinho, mas nenhum tem a liderança e genialidade de Alex. Com a perda de Emerson, que foi para o Atlético Mineiro, necessita de mais um bom zagueiro. Não vejo perspectivas além de uma vaga na Copa Sul-americana.


Criciúma: Conseguiu uma reação no final do turno, com a troca de treinadores. Silvio Criciúma tem o time na mão agora que virou treinador oficial do Tigre. Carece em algumas posições, já que o astro da equipe, Daniel Carvalho, e o reserva imediato, Morais, não consguem ter sequência por culpa das inúmeras lesões sofridas. Vai brigar pelo rebaixamento até o fim, podendo se dar bem se mantêr a média de pontos obtidos no primeiro turno.


Cruzeiro: "Venceu" o primeiro turno merecidamente! A raposa mostrou um belíssimo futebol, com muita ofensividade e velocidade. A entrada de Julio Baptista está acrescentando um pouco mais de experiência no meio campo jovem do time. O que mais faz passar confiança para a torcida de que irá conquistar o título, é as opções que o elenco apresenta. Jogadores como Dagoberto, Borges, Henrique, Victorino, Léo, Tinga, Leandro Guerreiro, Martinuccio, Luan e Vinícius Araújo são reservas na equipe, e têm potencial para jogar como titular em qualquer outro clube do Brasil. Marcelo Oliveira vem provando que é um ótimo treinador, e para mim dificilmente o Cruzeiro não será campeão do Brasileirão 2013.


Flamengo: A chegada de Mano deu uma melhorada na equipe, mas isso não basta. O Flamengo está próximo ao "Z-4", e das boa contrações do clube para a temporada, apenas Elias está correspondendo. André Santos, Carlos Eduardo e Moreno são exemplos de jogadores de bom nível, que estão bem abaixo do esperado. Os garotos lançados no campeonato carioca também não conseguiram mais dar continuidade ao bom futebol. Não acredito no decesso, mas pode correr riscos.


Fluminense: Não é nem sombra do time que ganhou com sobras a edição de 2012 do Brasileirão. A defesa que era sólida, agora é uma das piores do torneio, o time não tem mais a mesma raça que o fez ficar conhecido como time de guerreiros, as bolas paradas não oferecem mais perigos como na época de Thiago Neves, e para piorar o matador Fred pouco, ou talvez nem jogará mais este ano. Luxa lançou alguns bons valores, como Biro-Biro, Kennedy e Eduardo, que podem no máximo "livrar" o time da incômoda Série B.


Goiás: Deu um susto na primeira rodada, tomando uma goleada do Cruzeiro, mas se reabilitou e agora faz uma boa campanha. Depende muito de Walter, que vem sendo um dos melhores jogadores da competição até o momento. Tem uma boa defesa, bons laterais e jogadores velozes. Necessita de mais opções para dar continuidade a boa fase, mas não deve ter problemas com o "Z-4".


Grêmio: Se não tivesse uma defesa tão ruim no início da competição, poderia estar um pouco melhor. Renato Gaúcho deu uma boa arrumada no setor, que também contou com a chegada de Rhodolfo. Possui boas opções no elenco, principalmente no ataque, e possívelmente brigará por uma vaga na Libertadores.


Internacional: O elenco mais caro do Brasil fez um bom primeiro turno, apesar de empatar algumas partidas "ganhas" por desatenção da zaga. Melhorou o setor nas últimas partidas, com a volta de Índio, mas um reforço para atuar ao lado de Juan talvez seria a solução. Scocco está se acostumando com o "estilo brasileiro" de jogar, mostrando evolução nos últimos jogos. Acredito que possa correr junto de Botafogo e Cruzeiro rumo ao título do campeonato.


Náutico: Praticamente rebaixado, o Náutico errou ao contratar uma quantidade muito grande de jogadores, ao invés de investir em qualidade. Martinez, que no ano passado comandava o meio campo, anda sumido, Magrão que chegou pra ser o grande líder, não consegue deslanchar, Maikon Leite recebe poucas chances, e por aí vai. Conseguiu um bom empate com o Corinthians na última rodada, mas não podemos nos deixar enganar, o time ainda é muito fraco.


Ponte Preta: Confesso que eu esperava bem mais deste time. Fez um bom campeonato paulista e dava sinais de até ter um bom elenco, poupando titulares em algumas partidas. Do time que foi bem no estadual, apenas William e Chiquinho conseguiram dar sequência. Tem um jogo a menos que os integrantes da zona de rebaixamento, mas precisará superar o Atlético Mineiro no Horto para ainda ficar 3 pontos de alcançar os que estão fora da zona. Não me surpreendo se conseguir escapar do decesso, mas terá muitas dificuldades.


Portuguesa: Prejudicada pela arbitragem em dois jogos chave, a lusa vem mostrando força de reação, principalmente dentro de casa. onde venceu as últimas duas partidas. Em minha opinião acho que cai sim para a Série B, mas vai lutar. O elenco é fraco, assim como o orçamento para buscar reforços.


Santos: Apesar da saída de Neymar, até que o Santos vem fazendo uma boa campanha. Decidiu apostar em Claudinei, o treinador da base, que consequentemente lançou alguns garotos interessantes. Está com 25 pontos e dois jogos a menos, podendo até conseguir a 5ª colocação vencendo os dois. Carece de algumas peças de reposição, mas acredito que o objetivo do Peixe não seja 2013, mas sim formar desde já uma boa equipe para a próxima temporada, mesclando a garotada com os experientes já contratados e investimentos futuros.


São Paulo: Para mim sério candidato a Série B 2014. Vinha melhorando um pouco, até perdem dentro do Morumbi para o Criciúma. Possui problemas extra campo irreversíveis no momento, mas pode subir de produção com a chegada de Murici, apesar de eu acreditar que o problema do São Paulo é do elenco fraco e não de Autuori e Ney Franco, que foram demitidos. O que não consigo entender é o fato de ter vendido Lucas e Casemiro por uma grande quantia de dinheiro, e não repôr o elenco com bons jogadores. Depender apenas das jogadas de Aloísio não vai ser suficiente para o time. Já que Ganso e Jadson não conseguem render, e o clube não quer contratar ninguém, que tal apostar na categoria de base? Que a todo ano revela uma grande quantidade de bons meninos.


Vasco: Diferente do que apostavam antes do início do campeonato, o Vasco faz boa campanha e não acredito em chances de rebaixamento. Bons jogadores das categorias de base surgiram, como Marlone, Abuda e Dakson, e até jogadores desconhecidos até o momento, como Willie, que veio do Vitória e Rafael Vaz, que veio do Ceará. Poderia até ser diferente se Juninho não trouxesse a liderança ao time, mas mesmo sem o craque o time se mostrou forte. Pode até evoluir se Montoya e Guiñazu renderem o esperado, e Bernardo voltar aos gramados ainda este ano.


Vitória: Teve um ótimo início de campeonato, mas assim como seu vizinho baiano, teve uma queda drástica de produção. Têm um time veloz e jovem, e um elenco melhor que do arqui-rival, mas isso não impede de que vá brigar pela permanência. Acredito no trabalho de Ney Franco e na continuidade do clube na Série A, mas terá dificuldades.

Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: