Seleção da oitava rodada do Brasileirão

1- Jefferson (Botafogo) - Fez grande atuação no segundo tempo. Defendeu pelo menos 5 bolas difíceis. Nota: 8.

2- Galhardo (Santos) - Teve boa participação nos gols da equipe e foi um guerreiro em campo. Muita entrega. Nota: 8.

3- Juan (Internacional) - Foi muito bem na defesa e ainda fez o gol da vitória contra seu time do coração. Nota: 8.

4- Bruno Rodrigo (Cruzeiro) - Vive grande fase e faz boa dupla com Dedé. Não deixou Luis Fabiano jogar. Nota: 8.

5- Paulo Baier (Atlético PR) - Cérebro do time. Mesmo com o campo muito molhado a disposição e categoria do veterano se sobressaiu. Nota: 8.

6- Marlon (Criciuma) - Apoiou muito e não comprometeu. Deu assistência para o primeiro gol. Nota: 8.

7- Renan Oliveira (Goias) - Se movimentou muito e decidiu o jogo com seus dois gols. Nota: 8,5.

8- Juninho (Vasco) - Ja diria o torcedor cruzmaltino: "O Reizinho voltou!". Voltou como se esperava, com gol, grande partida, bons passes e mudando totalmente a cara de time "fraco" que o Vasco estava. Nota 8,5.

9- Luan (Cruzeiro) - Fez um carnaval na defesa do São Paulo no segundo tempo, marcando os 3 gols da partida. Nota: 9,5.

10- Alex (Coritiba) - Para mim o melhor jogador do Brasileirão até o momento. Como sempre fez a diferença com lances geniais e os dois gols da equipe. Nota: 9,5

11- Neílton (Santos) - Jogou mais uma vez muita bola. Se movimenta muito, busca jogo, anima a torcida com dribles e ainda faz gols. Grande candidato a novo Neymar. Nota: 8.

TÉCNICO: Marcelo Oliveira (Cruzeiro) - Foi muito feliz na escalçao da equipe, principalmente na marcação. Nota: 7,5.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: