Seleção da quarta rodada do Brasileirão

1- Fabio (Cruzeiro) - Decisivo no resultado, fez duas excepicionais defesas cara a cara com Pato. Nota: 9.

2- Elsinho (Vasco) - Lateral que costuma ser muito ofensivo, mas que, provavelmente por ordens do Paulo Autuori, procurou ficar mais na defensiva. Foi bem na defesa e quando foi ao ataque criou boas oportunidades, principalmente com o passe para o gol do garoto Abuda. Nota: 8

3- Rodrigo (Goiás) - Fez o gol da vitória contra seu ex time, e foi impecável lá atrás. Nota: 9.

4- João Felipe (Náutico) - Bem na sua função, e ainda tentou puxar uns contra-ataques. Nota: 8.

5- João Vitor (Criciúma) - Foi muito forte na marcação, e quando tinha oportunidade ainda procurou aparecer na frente. Fez um belo gol. Nota: 8,5.

6- Carlinhos (Fluminense) - Movimentou-se muito como sempre, passes bons, dribles, não comprometeu atrás e ainda fez gol. Nota: 8,5.

7- William (Ponte Preta) - Marcou duas vezes e deu um show de posicionamento ofensivo. Possível candidato a artilheiro da competição. Nota: 9.

8- Alex (Coritiba) - Como sempre um maestro no meio campo, organizando o time, ditando o ritmo do jogo e ainda dando passe para o primeiro gol e marcando um golaço. Nota: 9,5.

9- Fernandão (Bahia) - Isolado, participou de todas as jogadas de ataque do Bahia. Fez dois gols e assim como William mostrou extrema noção de posicionamento. Nota: 9.

10- Paulo Baier (Atlético Paranaense) - Mesmo com a idade que possui ainda corre muito e é muito participativo. Fez a diferença na meia cancha. Nota: 8.

11- Dagoberto (Cruzeiro) - Se movimentou muito, infernizou a defesa do Corinthians e teve tranquilidade para bater o penalti. Precisava de mais alguém para ajudar a colocar correria no jogo, Marcelo Oliveira foi inteligente para colocar Élber, que ajudou Dagoberto. Nota: 8,5.

Marcelo Oliveira (Cruzeiro) - Foi o grande "professor" desta rodada, fez uma alteração muito inteligente colocando Élber para aterrorizar a defesa do Timão. Nota: 9.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: