Seleção da segunda rodada do Brasileirão

1- Marcelo Lomba (Bahia) - O goleirão segurou o 0x0 do placar no jogo contra o Coritiba. Nota: 8,5.

2- Cicinho (Ponte Preta) - Mostrou muita disposição no triunfo de sua equipe diante do Flamengo. Lateral veloz, participativo e muito bom ofensivamente, não é a toa que é a um bom tempo pretendido por grandes clubes do país. Nota 8,5.

3- Rodrigo Moledo (Internacional) - O zagueirão do Internacional teve uma bela participação na vitória sobre o Criciúma. Além de marcar o segundo gol, impediu que o time catarinense marcasse gols. Nota: 9.

4- Cleber (Ponte Preta) - Outro jogador que vem sendo pretendido pro grandes clubes, Cleber impediu que o boliviano Moreno fizesse seu jogo com uma excelente marcação durante toda a partida. Nota: 9.

5- Edson Magal (Vitória) - O volante do time baiano, desconhecido por muitos, marcou um belo gol, marcou muito bem durante toda a partida os principais jogadores do Náutico, e ainda teve participação no terceiro gol da partida. Nota: 9.

6- Jussandro (Bahia) - O jovem lateral do Bahia mostou muito talento nos quisitos necessários para sua posição, com boa marcação e ousadia nos dribles. Nota: 8.

7- Williams (Internacional) - Conhecido com carrapato por marcar muito bem seus adversários, e ser incansável, correndo muito durante os 90 minutos, o volante ainda marcou o primeiro gol da equipe gaúcha, dando uma tranquilidade grande ao time. Nota: 8,5

8- Lodeiro (Botafogo) - Muito criativo, talentoso e resistênte, o uruguaio vêm muito bem neste ano pela equipe carioca, e não foi diferente ontem, na vitória sobre o Santos. Nota: 8

9 - Luis Fabiano (São Paulo) - Jogou muita bola, marcando dois gols e participando de outros dois. Como sempre com muita raça e dedicação ao time. Nota: 9.

10- Maxi Biancucchi (Vitória) - Primo do melhor jogador do mundo, Maxi está fazendo uma grande temporada pelo Vitória. Quando jogava pelo Flamengo atuava de maneira meio discreta. A experiência no Olimpia do Paraguai foi muito boa para o gringo, e agora voltando para o Brasil está vivendo grande fase, e agora é o artilheiro do campeonato. Nota 9,5.

11- Aloísio (São Paulo) - Mudou o jogo que estava de 0x0 no primeiro tempo, para uma sonora goleada por 5x1. Muito raçudo e brigador, participou de quase todos os gols da equipe e teve grande influência no resultado. Nota: 9.

Técnico: Marcelo Oliveira (Cruzeiro) - O comandante azurra ganhou a vaga no time da rodada por causa da boa mudança que fez. No gramado pesado e cheio de lama do campo paranaense trocou o veloz Dagoberto pelo trombador Luan, que com 12 segundos em campo empatou o jogo. Nota: 9.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

Um comentário:

  1. Muito boa escalação, parabéns. só acho que o willians merecia um 9. excelente postagem!

    ResponderExcluir