Fifa usará 'olho de falcão' na Copa das Confederações e na Copa do Mundo

A Copa das Confederações 2013 e a Copa do Mundo 2014, ambas realizadas no Brasil, terão o uso do polêmico "olho de falcão", equipamento de tecnologia usado para dizer se a bola ultrapassou ou não a linha do gol. A experiência mostrou-se bem sucedida na linha do gol, no Mundial de Clubes no Japão, realizado em dezembro de 2012 e conquistado pelo Corinthians. Diante das diferentes tecnologias disponíveis no mercado, a Fifa abriu concorrência nesta terça-feira estabelecendo os requisitos técnicos para ambas as competições. Estão convidados a apresentar propostas os dois fornecedores já licenciados (Hawkeye e GoalRef) e outras empresas atualmente em processo de licenciamento. De agora em diante, as empresas interessadas deverão se candidatar e aguardar a decisão, que será tomada apenas em Abril. A utilização de tecnologias no futebol divide opiniões por todo o mundo do futebol. Muitos discordam da inovação, mas ao que tudo indica, a entidade que gere o futebol mundial pretende usar este recurso no futuro. Eu sinceramente aceito as opiniões de quem é contra e de quem é à favor da tecnologia. Há quem diga que o futebol não será o mesmo sem a polêmica dos jornais no dia seguinte, como por exemplo se estava impedido ou não o atacante, se a mão na bola foi intencional ou não, e por ai vai. Como também aceito a opinião de que os jogadores trabalham e treinam duro para chegar na hora do jogo e podem ser prejudicados pelo erro do juíz ao não marcar um penalti, anular um gol legítimo ou então não expulsar o jogador adversário depois de uma dura falta. Mas apesar disso a minha versão preferida é a de que os jogadores realmente treinam e buscam que as coisas funcionem da maneira correta e que o futebol deveria ser o mais correto possível, portanto sou à favor do uso de tecnologias, como funciona no tênis onde o jogador pode pedir para ver o lance, se contestar a marcação do árbitro.

Famosa polemica em 2010, a bola entrou, mas o juiz não deu o gol de Lampard contra a Alemanha

Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

Um comentário:

  1. Acho super justo a utilização de equipamentos de tecnologia por três motivos: o primeiro é o que você já falou, os jogadores se esforçam e cumprem o dever em campo para depois um juiz, por erro, acabar prejudicando. O segundo é que assim evita que juízes sejam comprados, uma vez que não vão poder anular gols legítimos pra beneficiar alguém. E o terceiro é porque tem mesmo que terminar com essas polêmicas que prejudicam tanto a arbitragem quanto os torcedores, sempre criando um clima de discórdia entre ambos. Excelente post!

    ResponderExcluir