Seleção da Vigésima Oitava Rodada do Brasileirão 2015

1 - Diego Cavalieri (Fluminense): Praticou quatro defesas difíceis, evitando um gol do Goiás. Nota: 8.

2 - Ceará (Cruzeiro): Foi muito raçudo, defendendo bem e ajudando no apoio. Marcou um golaço. Nota: 8.

3 - Gil (Corinthians): Regular como sempre na defesa. Fez bons cortes e boa marcação. Ainda marcou um dos gols de sua equipe. Nota: 8.

4 - Rodrigo (Vasco): Comandou a defesa vascaína, sendo o grande líder do time. Por fim, marcou o gol que deu a vitória ao seu clube. Nota: 8.

5 - Thiago Maia (Santos): O volante é uma das revelações da competição. Bem na marcação e ainda melhor no ataque, dando bons passes e fazendo belas jogadas individuais, como no gol de Gabriel. Nota: 8,5.

6 - Carlinhos (São Paulo): Jogou em mais de uma função no time, tendo boa atuação em todas. Não comprometeu defensivamente, criou boas jogadas e marcou um belo gol. Nota: 8.

7 - Renato Augusto (Corinthians): É o jogador que mais arrisca no time. Novamente fez grande partida, dando dribles, bons passes, se movimentando com intensidade e ainda marcando o terceiro gol da equipe. 

8 - Jadson (Corinthians): Novamente foi o cérebro do time, dando passes para todos os gols. Nota: 9.

9 - Fred (Fluminenese): Ele jogando bem é quase certeza de vitória. Com um gol de oportunismo e uma assistência, foi o "cara" do jogo. Nota: 8,5.

10 - Giuliano (Grêmio): Deu um show! Organizou a mei cancha, sendo o articulador da equipe. Contribuiu na marcação e marcou dois gols de muita categoria. Nota: 9,5.

11 - Biro Biro (Ponte Preta): "Acabou com o jogo". Marcou dois gols, driblou, deu bons passes e infernizou a defesa adversária. Nota: 9.

TÉCNICO: Tite (Corinthians): Sabendo do desgaste do adversário, que jogou durante a semana um duro jogo, tocou a bola sem pressa no começo do jogo, "achando" um gol logo no começo. Com muita superioridade, administrou o jogo até fazer o segundo e o terceiro gol. Nota: 8.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: