Seleção da Décima Quinta Rodada do Brasileirão 2015

1 - Weverton (Atlético Parananense): Fez boas defesas e saídas do gol, mas salvou a noite atleitcana ao defender um pênalti no último minuto de jogo. Nota: 8,5.

2 - Marcos Rocha (Atlético Mineiro): Bem e simples na defesa. Incomodou ao subir ao ataque e sofreu o pênalti convertido por Pratto. Nota: 8.

3 - Victor Ramos (Palmeiras): Muito bem na marcação. Afastou os perigos aéreos do Vasco com muita tranquilidade. Ainda marcou um dos gols da goleada Alvi-verde. Nota: 8.

4 - Felipe (Corinthians): Novamente brilhou, com bons cortes e desarmes. Além de tudo, ainda marcou o gol de seu time. Nota: 8.

5 - Arouca (Palmeiras): Além de marcar muito bem os adversários e desarmar, participou das jogadas de criação no meio de campo. Nota: 8.

6 - Egídio (Palmeiras): Com boas jogadas individuais, levou perigo ao adversário. Participou de quase todos os gols da equipe, com passes ou cruzamentos. Nota: 8.

7 - Gabriel (Santos): Acabou se lesionando e não ficou até o final do jogo. Mas em campo, decidiu a partida com os dois gols da manhã. Nota: 8,5.

8 - Marcos Guilherme (Atlético Paranaense): Fez boas jogadas individuais, mas também contribuiu muito para o jogo coletivo, com tabelas e bom passes. Marcou od dois gols da vitória do Furacão. Nota: 9.

9 - Bruno Rangel (Chapecoense): Decisivo e oportunista, marcou os dois gols da grande vitória do Verdão. Participou bastante do jogo, principalmente protegendo as bolas para os meias chegarem de trás. Nota: 8,5.

10 - Dudu (Palmeiras): Correu muito, chamando jogo, marcando e puxando contra-ataques. Também foi autor de um dos gols do Palmeiras. Nota: 8.

11 - Leandro Pereira (Palmeiras): Criou muitas oportunidades de gols, mostrando eficácia nas finalizações. Marcou duas vezes e ainda acertou a trave. Nota: 8,5.

TÉCNICO: Marcelo Oliveira (Palmeiras): Com muita movimentação do meio para frente, "destruiu" o sistema defensivo vascaíno. Nota: 8.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: