Quarta feira de emoções na Europa

Chelsea e PSG fizeram o melhor jogo da Champions até o momento. A partida teve de tudo, belos gols, lances polêmicos, expulsão, raça e qualidade técnica. O primeiro jogo havia acabado em 1x1 em Paris, deixando o time inglês com a vantagem do 0x0. Procurando jogo, o PSG se arriscou mais, começando melhor. Contudo, em um lance em que Oscar e Ibrahimovic entraram de carrinho na bola, o árbitro entendeu que o sueco foi desleal e expulsou-o. Em minha opinião, nem falta houve, os dois chegaram na dividida da mesma maneira, mas com a "cena" de Oscar, sobrou para o Iba. Houve um lance, em que Diego Costa deu uma entrada criminosa em Thiago Silva, mas recebeu apenas cartão amarelo de Björn Kuipers. Mesmo com um a menos o time francês foi melhor, acertando inclusive a trave de Courtois em um chute de Cavani. Perto dos quarenta minutos do segundo tempo, Cahill pegou a sobra no escanteio e abriu o placar para o Chelsea. Mal deu para comemorar, pois o renegado por Mourinho, David Luiz, empatou o jogo em uma linda cabeçada. O jogo foi para a prorrogação, e ainda no primeiro tempo Thiago Silva foi "infantil", subindo para cabecear uma bola dentro de sua área com as mãos para cima, cometendo a penalidade máxima. Hazard, que é um dos melhor cobradores de penalti que já vi, não desperdiçou. Quando tudo já parecia perdido, o capitão Thiago Silva foi de "vilão a herói", marcando o gol de empate e classificando o PSG para ás quartas de finais. Uma aula de bom futebol e superação dos atletas parisienses, que na casa do rival, com um a menos e pouca experiência, eliminou o poderoso Chelsea.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: