Diário da Copa - Dia 27

A Seleção Brasileira começou abafando a Alemanha, evitando que saísse com facilidade. Porém, na primeira oportunidade que teve, Toni Kroos cobrou escanteio e Müller, sozinho, finalizou com tranquilidade, parando a bola nas redes de Júlio César. Daí para frente, foi uma humilhação alemã. Klose marcou aos 23, tornando-se o maior artilheiro da história das Copas. Toni Kroos marcou aos 24 com belo chute de canhota da entrada da área. Dois minutos depois, Kroos roubou bola de Fernandinho, tocou para Khedira, que devolveu para Kroos marcar com o gol vazio. Três minutos depois, foi a vez de Khedira marcar o seu gol, virando o primeiro tempo com a vantagem de cinco gols no placar. Na volta do intervalo, Felipão colocou Ramires e Paulinho em campo. As alterações deram ânimo ao Brasil, que criou boas oportunidades e fuzilava o goleirão Neuer. Contudo, o "paredão" alemão não deixava nada passar. Aos 23 minutos, em mais uma linda jogada de passes entre Khedira e Lahm, Schürrle marcou o sexto. Aos 33, Müller deu grande assistência a Schurrle, que dominou no ar e chutou no ângulo, fazendo 7x0. A equipe alemã ainda teve a oportunidade de marcar o oitavo, mas disperdiçou. Oscar ainda marcou o gol de honra brasileiro no último minuto de partida. Final de jogo, um passeio alemão para cima do Brasil, que mereceu a surra levada. Os erros começaram desde a convocação, onde Felipão insistia teimosamente em jogadores como Fred, Jô, Júlio César, Daniel Alves, entre outros, deixando de fora Kaká, Lucas, Luis Fabiano e Fábio. Acostumou o time a jogar para Neymar, aprendendo com a Alemanha que um time se faz com a colaboração de todos.

Craque do jogo: Toni Kroos (Alemanha)
Árbitro: Marco Rodríguez (México)
Gols da Partida: Müller (11'), Klose (23'), Kroos (24' e 26'), Khedira (29') e Schürrle (69' e 79')


Craque do jogo: Gonzalo Higuaín (Argentina)
Árbitro: Nicola Rizzoli (Itália)
Gols da Partida: Higuaín (7')
- See more at: http://blogcfernando.blogspot.com.br/2014/07/diario-da-copa-dia-24.html#sthash.MSTv0BmL.dpuf

Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: