Diário da Copa - Dia 22: Análise Pré Quartas de Final

Brasil x Colômbia
É claro que será difícil prever o que poderá acontecer nas quartas de finais, principalmente nesta Copa, onde tivemos todas as oitavas complicadas para os favoritos. Mas especialmente falando sobre Brasil x Colômbia, acredito que a Seleção Canarinho terá menos dificuldade do que a que teve diante do Chile. A Seleção Colombiana não se destaca tanto pela marcação, portanto Neymar e Oscar terão mais espaços para jogar. Acredito que Felipão escalará Paulinho para o lugar de Luiz Gustavo, que está suspenso, porém a melhor opção seria adiantar David Luiz para o meio campo e colocar Dante ao lado do capitão Thiago Silva na defesa. Com Paulinho e Fernandinho na marcação, James Rodríguez teria muito espaço e provavelmente faria a diferença. A Colômbia também pode levar perigo pelas laterais, onde os velozes Zuñiga, Armero e Cuadrado podem jogar nas costas de Dani Alves e Marcelo. Acredito que encarará dificuldades, mas o Brasil passará ainda no tempo regulamentar.



França x Alemanha
Este será o jogo mais imprevisível das quartas de final. Os dois europeus poderiam até estar fazendo final de Copa do Mundo, pela tradição e os bons elencos que possuem. A França vem jogando melhor, e deverá levar muito perigo para a defesa alemã quando Benzema, Valbuena e Griezmann criarem jogadas velozes. Pelo lado da Seleção Alemã, os bons passes e a movimentação feita pela meia cancha, podem desestruturar a marcação francesa. Eu aposto em um jogo decidido na prorrogação ou nos penaltis. Caso alguma das seleções vença no tempo extra, acredito que possa ser a França, que está melhor fisicamente. Ocorrendo penaltis, confio mais em Manuel Neuer.

Holanda x Costa Rica
Apesar da belíssima campanha costarriquenha, digna de vitórias históricas, imagino que encerra-se por aqui a passagem da equipe nesta Copa. Além de ser mais frágil que o adversário, a Costa Rica possui desfalques no setor defensivo de muita importância, como o zagueirão Duarte, que faz uma grande competição. Com seu ponto forte em baixa, as dificuldades para parar os talentosos holandeses será muito grande. O desfalque holandês, De Jong, fará falta, mas o time conta com opções para substituir o volante. Acredito que Robben possa fazer a diferença, aplicando seu futebol veloz e objetivo.



Argentina x Bélgica
Outro confronto bem equilibrado, onde teremos a Argentina, que assim como o Brasil precisou da ajuda da trave para chegas ás quartas, e a Bélgica, que após fazer uma fraca primeira fase, conseguiu aplicar o futebol que todos esperavam diante dos bons americanos. Por ser uma seleção de muita tradição e maior experiência, a Argentina sai na frente dos belgas, porém se os "diabos vermelhos" conseguirem executar seu futebol ofensivo e dinâmico, a defesa argentina estará em "maus lençóis". A Seleção Belga possui melhores condições de para Messi e Di María, do que a Argentina de parar Hazard e De Bruyne. Complicado apostar em um vencedor, sabendo que ambos possuem uma vantagem, contudo, por ser brasileiro e gostar do bom futebol, aposto em uma inédita classificação belga ás semi-finais, em um jogo de muitos gols.

Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: