Seleção da Terceira Rodada do Brasileirão 2014

1 - Wilson (Vitória): Fez ao menos três grandes defesas, garantindo a vitória do rubro-negro baiano. Nota: 7,5.

2 - Moacir (Coritiba): Sem culpa nos gols do São Paulo, fez seu papel no setor defensivo, não deixando Osvaldo jogar pelo seu lado. Quando subiu ao ataque levou perigo. Nota: 7,5.

3 - Cléber (Corinthians): Grande partida do zagueirão. Muito bem nas marcações, antecipações e nos botes. Garantiu que a defesa do Timão continuasse impenetrável. Nota: 8,5.

4 - Chico (Coritiba): Correu muito, sendo importantíssimo na marcação. Ainda fez o segundo gol do Coxa. Nota: 8.

5 - David (Goiás): Fez inúmeros desarmes e foi impecável na marcação. Pra completar, foi o personagem da partida marcando o gol do jogo. Nota: 8,5.

6 - Pará (Bahia): Foi seguro na defesa e apareceu constantemente no apoio. Fez uma bela assitência para Maxi Biancucchi marcar o gol do tricolor. Nota: 7,5.

7 - Marquinhos (Vitória): Decidiu o confronto no Maracanã com duas belas jogadas. Primeiro acertou bom chute no canto de Cavalieri. Para finalizar, tabelou com Juan após grande arrancada, marcando seu segundo gol. Nota: 8,5.

8 - Mugni (Flamengo): Participou de dois gols, dando lindo lançamento para Alecsandro marcar. Fora isso, deu passes de calcanhar, dribles e mostrou muita visão de jogo. Nota: 8.

9 - Alecsandro (Flamengo): Deu uma assistência e marcou dois gols, mostrando oportunismo. Nota: 8,5.

10 - D'Alessandro (Internacional): Foi o grande maestro do triunfo colorado. Controlou o jogo, ditando o ritmo do Internacional. Além das belas jogadas individuais e belos passes, fez o primeiro gol da equipe em uma grande jogada. Nota: 8,5.

11 - Silvinho (Criciúma): Foi muito raçudo, acreditando em todas as bolas. Com o esforço mostrado, foi coroado com o gol que deu a vitória ao Tigre. Nota: 7,5.

TÉCNICO: Marcelo Oliveira (Cruzeiro): Novamente fez a alteração que decidiu o jogo. Colocou Marcelo Moreno no lugar de Luan, e o boliviano marcou o gol da vitória. Mesmo com o time "reserva", mostrou o poder do elenco da Raposa. Nota: 7,5.

Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: