Seleção da Primeira Rodada do Brasileirão 2014

1 - Fernando Prass (Palmeiras): Fez três defesas espetaculares no momento em que o jogo estava 1 a 0 para o adversário. Fundamental para a confiança da virada palmeirense. Nota: 8.

2 - Douglas (São Paulo): Atuação de gala do lateral. Por incrível que pareça, Douglas foi bem na defesa. No ataque foi muito bem, puxando contra-ataques, indo para cima da marcação e ainda marcando um bonito gol. Nota: 8,5.

3 - Dráusio (Atlético Paranaense): Foi o melhor em campo. Foi bem na marcação e nas bolas aéreas. Além disso, fez o gol da partida. Nota: 8.

4 - Antônio Carlos (São Paulo): Foi muito seguro na defesa, além de marcar um gol estranho, porém à favor do Tricolor Paulista. Nota: 7,5.

5 - Aránguiz (Internacional): O chile foi o grande destaque do jogo. Marcou bem e saiu bastante para o jogo. Marcou o belíssimo gol que deu a vitória ao Colorado. Nota: 8,0. 

6 - Carlinhos (Fluminense): Fez uma boa exibição. Teve muito espaço para jogar e aproveitou a fragilidade do lado direito do adversário. Nota: 7,5.

7 - Rafael Sóbis (Fluminense): Sem dúvida o melhor em campo. Marcou um golaço e participou do gol contra de Nirley, Não deu sossego para zaga do Figueirense, movimentando-se intensamente e dando bons passes. Nota: 8,5.

8 - Marlone (Cruzeiro): Correu bastante durante o jogo e mostrou habilidade. Mas foi fundamental mesmo ao bater muito bem os dois escanteios que oirginaram nos gols da Raposa. Nota: 8.

9 - Luis Fabiano (São Paulo): Buscou bastante o jogo, inclusive saindo da área em alguns momentos. Fez um gol e deu a assistência para outro. Nota: 8.

10 - Ganso (São Paulo): Surpreendeu a todos mostrando velocidade. Correu, apareceu para o jogo, deu bons passes, como no gol de Luis Fabiano, e deu dribles. Boa parceria com o colega Pato. Nota: 8,5.

11 - Alexandre Pato (São Paulo): Mostrou muita vontade. Buscou jogo, se movimentou muito e foi genial dando duas assistências maravilhosas para Douglas e Ganso. Jogou em uma função diferente da que vinha jogando no Corinthians, dessas vez como um segundo atacante. Nota: 8,5.

TÉCNICO: Marcelo Oliveira (Cruzeiro): Soube parar as jogadas velozes do Bahia. De quebra ainda fez a substituição que marcou o jogo, colocando Marcelo Moreno na partida, o autor do gol da vitória. Nota: 7,5.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: