Figueirense Campeão Catarinense 2014

Com uma derrota no primeiro jogo, em Joinville, por 2x1 e uma vitória dentro de casa pelo mesmo resultado, o Figueirense sagrou-se campeão catarinense de 2014. Pela vantagem adquirida no quadrangular, teve a vantagem de jogar a última partida em casa e ainda por dois resultados iguais. Sou favorável de que a vantagem deve ser apenas uma no máximo. Ou a de jogar em casa a última partida, ou a de jogar pelo empate, as duas juntas se torna muita vantagem. Outra solução, seria a de termos um jogo só na final, em um lugar neutro, com a vantagem do empate para o melhor time da fase anterior. No entanto, o clube da capital mereceu o título pelo futebol apresentado em todas as fases e por crescer ainda mais no momento certo da competição. É claro que os erros de arbitragem, que decidiram tantos jogos neste campeonato, não poderiam ficar de fora da final. No primeiro jogo Wellington Saci merecia ter sido expulso, assim como Nem, por entradas agressivas. Na finalíssima, tivemos um gol de braço de Lúcio Maranhão, assim como a a entrada desleal do zagueiro Nirley, do Figueirense. Espero mudanças para os próximos campeonatos, começando pelo Hexagonal, onde os times eliminados disputam mais partidas que os classificados para o Quadrangular. Espero também melhorias na arbitragem, onde os árbitros e auxiliares tenham um melhor treinamento, causando menos erros aos times. O Brusque na primeira fase apresentou o melhor futebol e foi prejudicado em dois jogos, sendo eliminando do quadrangular final. Com a saída de Pingo, acabou caindo de rendimento e por fim sendo rebaixado a segunda divisão, e se não fossem os erros de arbitragem, ele estaria entre os quatro melhores. Por fim, parabéns ao Figueirense, campeão pela décima sexta vez, e a Éverton Santos, que foi o melhor jogador do campeonato, em minha opinião.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: