Campeonato Catarinense terá uma final justa

Com o término do quadrangular, a final do Campeonato Catarinense está definida. Figueirense e Joinville serão os protagonistas do espetáculo. Acredito que essa foi a final mais justa para o campeonato, pois primeiramente o Figueirense se mostrou o time mais equilibrado do campeonato, sendo o clube mais organizado e que mesmo com os problemas de lesões que teve, mostrou elenco para conquistar a vaga com a vantagem de jogar a última partida em casa. Já o Joinville foi o clube que mais evoluiu no campeonato, fazendo um inicio fraco, mas se recuperando desde a vitória sobre o Avaí na Ressacada, ainda na primeira fase. Hemerson Maria soube encaixar os reforços que chegaram durante a competição na equipe, como Jael, tendo sucesso na competição. Quanto aos eliminados da competição no quadrangular, nenhum fez por merecer essa vaga na final. O Criciúma vem sendo beneficiado pela arbitragem desde seu primeiro jogo na competição. Alguns erros foram extremamente absurdos, como no jogo contra o Brusque, onde Paulo Baier fez falta no zagueiro adversário e ainda ganhou o penalti que definiu o placar de 1x0. Já no quadrangular, diante do Metropolitano, novamente Paulo Baier foi o personagem do jogo, completando para o gol uma sobra de bola na qual estava mais de três metros impedido. Quanto ao "Metrô", que fez uma primeira fase sensacional, sendo o primeiro colocado, não mereceu a vaga por decepcionar no momento mais importante do campeonato. Fez apenas três pontos nos seis jogos disputados e não soube aproveitar o fator casa, que costuma ser o forte do time. Para a final, fica difícil apontar um favorito, pois além do equilíbrio dos times, os três jogos que os times disputaram até o momento foram muito diferentes, fazendo com que os jogos das finais sejam imprevisíveis. No primeiro jogo, ainda na primeira fase, o Figueira venceu o jogo por fáceis 3x0. Em Joinville, pela terceira rodada do quadrangular, os times empataram em 1x1, com o JEC melhor no jogo. Na rodada seguinte, no Orlando Scarpelli, em um jogo cheio de confusões e expulsões, o time no norte do estado saiu com os três pontos da capital. Se há alguma vantagem para esta final, ela está do lado do Figueirense, que disputa o último jogo dentro de seus aposentos. Se o Figueira, que venceu o campeonato pela última vez em 2008, for o campeão, conquistará seu décimo sexto título, se igualando ao rival Avaí como o time que levou mais troféis para sua galeria. Caso o grande campeão seja o JEC, que não é campeão desde 2001, o time da cidade mais populosa de Santa Catarina levantará seu décimo terceiro "caneco".


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: