Seleção da Trigésima Quarta Rodada do Brasileirão

1 - Fábio (Cruzeiro) - Só para não sair da rotina, o goleirão fechou o gol cruzeirense. Com pelo menos quatro grandes defesas, boas saídas de bola e excelente reposição, foi o melhor em campo. Quem ve apenas o resultado acha que foi um jogo tranquilo, mas o Vitória arriscou muitos chutes e levou perigo ao clube mineiro. Nota: 9,5.

2 - Vitor (Goiás) - Aproveitou muito bem o fato de Diego Sacoman (zagueiro) jogar improvisado na lateral, ganhando praticamente todos as bolas nas costas. Participou do segundo gol do time goiano. Nota: 7,5.

3 - Fábio Ferreira (Criciúma) - Melhor em campo, lutou muito para que o time conseguisse segurar a vitória. Marcou o primeiro gol da equipe. Nota: 8,5.

4 - Rhodolfo (Grêmio) - Além de marcar o gol da importante vitória tricolor, foi um guerreiro na marcação e nos cortes. Nota: 8,5.

5 - Guilherme (Corinthians) - Bem defensivamente, marcando os jogadores do Coxa. Melhor ainda no ataque, onde apareceu para criar jogadas, fazer lançamentos precisos, e principalmente marcando o gol da vitória do Timão. Nota: 8,5.

6 - Emerson (Santos) - Firme na marcação e bem no ataque. Deu a assistência do primeiro gol. Nota: 8.

7 - Dagobero (Cruzeiro) - Autor de duas belas assistências aos dois primeiros gols. Muita movimentação. Nota: 8.

8 - Wagner (Fluminense) - Foi muito bem no jogo, contribuindo muito na armação do time e até ajudando em algumas oportunidades na marcação. Participou dos dois gols, marcando um deles. Nota: 8,5.

9 - Fernandinho (Atlético Mineiro) - Infernizou o sistema defensivo do Inter com sua velocidade e seus dribles. Fez um golaço. Nota: 8,5.

10 - Montillo (Santos) - Deu um show de belos passes, dribles e jogadas geniais. Também deu uma  assistência e fez seu belo gol. Nota: 8,5.

11 - Wellington Paulista (Criciúma) - Foi muito valente em campo. Correu o tempo todo buscano jogo e auxiliando na marcação da saída de bola paranaense. Fez o gol que garantiu a vitória do Tigre. Nota: 8,5.

TÉCNICO: Marcelo Oliveira (Cruzeiro) - Mesmo sabendo que já era campeão no intervalo, colocou o time para frente no segundo tempo. E o resultado foi a vitória. Nota: 8.

Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: