Para humilhar (parte 2)

Surpreendendo a todos, o Borussia Dortmund fez uma partida espetacular, e com 4 gols do atacante Lewandowski goleou o poderoso Real Madrid, ficando muito próximo da vaga na final da Uefa Champions League, podendo realizar uma final alemã com o rival Bayern de Munique. Como era esperado, após a dramática classificação contra o Málaga nas quartas de finais, o Borussia começaria  a partida com tudo. E assim conseguiu seu gol logo de início. O Real Madrid chegou ao empate não muito tempo depois, porém o time alemão foi muito superior todo o jogo, criando inúmeras oportunidades, e infernizando a defesa "confusa" do Real Madrid. Mourinho errou na escalação inicial da equipe, pondo em campo Pepe, assim deslocando o cherifão Sergio Ramos para direita, o que deixou a zaga toda perdida, com o "estabanado" brasileiro/português e o jovem francês Varane. A solução seria permancer com uma zaga forte, tendo em vista que a característica principal do time alemão é a busca pelo ataque. Outra péssima ideia foi colocar Modric, que sempre se destacou como um ótimo segundo volante, na meia direita. Mesmo que Di Maria, titular da posição,  estivesse se sentindo mal e inapto para a partida, a melhor opção seria deslocar Khedira para a posição, onde já atuou anteriormente e rendeu muito bem, ou então Kaká. O último erro de Mourinho foi o centroavante. Higuaín é um grande atacante, faz muitos gols e tem boa finalização, mas para um jogo onde o contra-ataque era a arma, mais valia um Benzema rápido e versátil que um Higuaín lento e pesado. Não acredito numa classificação do Real Madrid, mas diferente do Barcelona, o Real tem mais chances de buscar a vaga, primeiramente por ter feito um gol fora de casa, e consequentemente por não enfrentar um adversário tão qualificado quanto o Bayern, mesmo sabendo que o Dortmund é um grande time.


Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: